Olhe para qualquer droga neste blog

Carregando...

NEUTROFER

Composição - NEUTROFER
comprimidos (uso adulto e pediátrico): ferroquelato glicinato (equivalentes a 100 mg de Fe III) 500 mg. Excipientes q.s.p. 1 comprimido. (Aspartato pó, essência caramelo pó, sorbitol1 granulado, estearato de magnésio). Flaconetes monodose (uso adulto e pediátrico): ferro quelato glicinato (equivalentes a 50 mg de Fe III) 250 ml. Veículo q.s.p. 5 ml. (Nipagin, nipasol, essência de caramelo, álcool 96º, xarope, água desmineralizada)


Posologia e Administração - NEUTROFER
para o uso pediátrico, a dose diária de ferro a ser aplicada, calcula- se conforme a gravidade do caso, e, salvo critério médico diferente, na base de 2,5 a 5,0 mg por kg de peso. Esta dose pode ser administrada, conforme o volume total resultante, em uma ou mais tomadas. Para fins de cálculo2, lembrar-se de que o teor férrico de cada apresentação de Neutrofer é o seguinte: flaconetes monodose = 50 mg de ferro trivalente por flaconete (5 ml); comprimidos = 100 mg de ferro trivalente por comprimido. Prematuros, lactentes3 e crianças até 4 anos: flaconetes monodose: a dose diária total recomendada é, conforme peso corporal e critério médico, de 1/2 flaconete (2,5 ml = 25 mg de ferro trivalente) a 1 flaconete (5 ml = 50 mg de ferro trivalente). Crianças de 4 a 12 anos: conforme peso corporal e a critério médico, são recomendadas doses diárias totais: flaconetes monodose: 1 (50 mg de ferro trivalente) a 2 (100 mg de ferro trivalente) flaconetes; comprimidos: 1 comprimido (100 mg de ferro trivalente), em 1 ou 2 tomadas. Adultos e adolescentes: no tratamento de ferropenias leves e moderadas recomenda-se doses diárias: flaconetes monodose: 1 (50 mg de ferro trivalente) a 2 (100 mg de ferro trivalente) flaconetes ao dia, ou a critério médico; comprimidos: 1/2 comprimido (50 mg de ferro trivalente) a 1 comprimido (100 mg de ferro trivalente) ao dia, ou a critério médico. Instruções de uso: recomenda-se administrar o preparado pouco antes ou durante as refeições. Os comprimidos podem ser mastigados ou ingeridos com água. A fim de garantir um tratamento eficiente, com adequada reposição do estoque orgânico de ferro, recomenda-se continuar com a administração de Neutrofer durante 1 mês após o desaparecimento dos sintomas4 clínicos e a normalização da taxa hemoglobínica, conforme critério médico. - Superdosagem: quando da ingestão acidental de doses muito acima das preconizadas, sintomas4 como náuseas5, sensação de plenitude gástrica podem ocorrer. Deve-se proceder ao esvaziamento gástrico e empregar medidas de apoio.


Precauções - NEUTROFER
como todos preparados férricos, Neutrofer deve ser administrado com cautela na presença de alcoolismo, hepatite6, infecções agudas e estados inflamatórios do trato gastrintestinal (enterite, colite7 ulcerativa), pancreatite8 e úlcera péptica9. A administração do produto em pacientes submetidos a transfusões repetidas de sangue10 deve ser realizada sob rigoroso controle médico e observação do quadro sangüíneo, visto que a concomitância da aplicação de sangue10 com alto nível de ferro eritrocitário e sais de ferro por via oral pode resultar em sobrecarga férrica. A ferroterapia parental deve ser justificada por diagnóstico11 exato da existência de uma anemia12 por deficiência de ferro, comprovada por exames laboratoriais apropriados, excluindo a presença de anemias de outras espécies - particularmente hemoglobinopatias13 - a fim de evitar o risco de provocar sobrecarga férrica e finalmente, hemossiderose. Recomenda-se a realização periódica de exames hematológicos, adequando-se ferroterapia aos respectivos resultados obtidos. Deve-se levar em consideração o fato de que, às vezes, depósitos excessivos de ferro podem ser mascarados por uma morfologia hemática aparentemente normal. Portadores de hepatopatia em fase aguda ou pacientes que anteriormente apresentam sinais14 leves de hipersensibilidade ao ferro, devem usar o preparado apenas com muita cautela e sob constante vigilância médica. - Interações medicamentosas: graças à alta estabilidade do sal quelado, o produto, diferentemente dos sais ferrosos, não sofre diminuição da sua absorção por interação com certos medicamentos (p. ex., tetraciclinas, hormônios esteróides, anticoncepcionais, glicosídeos cardíacos), se porventura forem empregados concomitantemente. A ingestão excessiva de álcool, causando incremento do depósito hepático de ferro, aumenta a probabilidade de efeitos colaterais e até tóxicos do ferro, quando em uso prolongado.


Reações adversas - NEUTROFER
o preparado, sendo de excelente tolerância, apenas excepcionalmente provoca fenômenos gastrintestinais (sensação de plenitude, dores epigástricas, náuseas5 constipação15 ou diarréia16), freqüentemente observados com o uso dos sais ferrosos. A manifestação de reações de hipersensibilidade (sensação de calor, rubor, taquicardia17, erupções, cutâneas), é extremamente rara, ocorrendo quase que exclusivamente em indivíduos reconhecidamente alérgicos aos sais de ferro. A coloração escura da fazes, quando de seu uso, não é característica específica do Neutrofer, mas de todos compostos de ferro, não tendo absolutamente significância clínica. Restrições ou cuidados que devem ser considerados: flaconetes monodose: visto que os flaconetes contém xarope de açúcar18, desaconselha- se seu uso em pacientes diabéticos. No caso em que estes pacientes, por quaisquer razões, não possam usar a forma de comprimidos, isenta de açúcar18, recomenda-se vigilância dos níveis glicêmicos e respectiva adaptação da posologia da medicação antidiabética e da dieta.


Contra-Indicações - NEUTROFER
hipersensibilidade aos derivados de ferro, hemocromatose, anemias associadas a leucemias agudas ou crônicas e hepatopatia aguda. Todas anemias não ferropênicas, particularmente aquelas caracterizadas por acúmulo do ferro ou incapacidade da sua utilização, tais como hemocromatose, anemia falciforme19, anemia hemolítica20, anemias sidero- acrésticas, anemias do chumbo, talassemia21, anemias por tumores ou infecções (sem deficiência de ferro), anemias associadas à leucemia22. Processos que impedem a absorção de ferro pela via oral, como diarréias crônicas, relocolite ulcerativa; artrite reumatóide23, doença de Crohn, asma24 brônquica.


Indicações - NEUTROFER
no tratamento das síndromes ferropênicas latentes e moderadas. Anemias ferroprivas, devidas à subnutrição e/ou carências alimentares qualitativa e quantitativas. Anemias das síndromes disabsorvitivas intestinais. Anemia ferropriva25 da gravidez26 e da lactação27; anemia12 por hemorragias28 agudas ou crônicas e em condições onde seja convenientes suplementação dos fatores hematogênios.


Apresentação - NEUTROFER
comprimidos 500 mg: caixa com 30 comprimidos em frasco de vidro âmbar. Flaconete monodose 250 mg: caixas com 20 flaconetes de 5 ml.





NEUTROFER - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário