Olhe para qualquer droga neste blog

Carregando...

SULFATO DE ATROPINA

Composição - SULFATO DE ATROPINA
CADA AMPOLA DE 1 ML CONTEM: SULFATO DE ATROPINA 0,25 MG OU 0,5 MG E AGUA PARA INJECAO Q.S.P. 1 ML.


Posologia e Administração - SULFATO DE ATROPINA
A POSOLOGIA DEVE SER ESTABELECIDA A CRITERIO MEDICO. A INJECAO INTRAVENOSA PODE SER FEITA LENTAMENTE.


Precauções - SULFATO DE ATROPINA
PODE OCORRER SONOLENCIA, TONTURA1 E VISAO DISTORCIDA; OS PACIENTES DEVEM SER ALERTADOS PARA REDOBRAR OS CUIDADOS AO DIRIGIR OU AO EXECUTAREM ATIVIDADES POTENCIALMENTE PERIGOSAS. NAO SE RECOMENDA O USO NA PRESENCA DE DIARREIA QUE PODE SER O SINAL2 INICIAL DE UMA OBSTRUCAO INTESTINAL INCOMPLETA. RECOMENDA- SE A MONITORIZACAO DA PRESSAO OCULAR EM TRATAMENTOS PROLONGADOS.


Reações Adversas - SULFATO DE ATROPINA
PODEM OCORRER REACOES GASTRINTESTINAIS (NAUSEA, VOMITO, AZIA, CONSTIPACAO); CARDIOVASCULARES (PALPITACAO, BRADICARDIA3, TAQUICARDIA4); DE HIPERSENSIBILIDADE; OCULARES (MIDRIASE, FOTOFOBIA5, VISAO DISTORCIDA); NO SNC (CEFALEIA, SONOLENCIA, FADIGA, NERVOSISMO, CONFUSAO MENTAL); RETENCAO URINARIA; IMPOTENCIA; CONGESTAO NASAL; SUPRESSAO DA LACTACAO, DIMINUICAO DE SUDORESE6.


Contra-indicações - SULFATO DE ATROPINA
E CONTRA- INDICADO EM PACIENTES COM HIPERSENSIBILIDADE AOS MEDICAMENTOS ANTICOLINERGICOS; ASMA7; GLAUCOMA8 OU TENDENCIA AO GLAUCOMA8; ADESAO ENTRE A IRIS E O CRISTALINO; TAQUICARDIA4; INSTABILIDADE CARDIOVASCULAR EM HEMORRAGIA9 AGUDA, ISQUEMIA10 DO MIOCARDIO; ENFERMIDADES OBSTRUTIVAS GASTRINTESTINAIS E GENITURINARIAS; ILEO PARALITICO; ATONIA INTESTINAL EM PACIENTES GERIATRICOS OU DEBILITADOS; COLITE11 ULCERATIVA SEVERA; MEGACOLON TOXICO ASSOCIADO A COLITE11 ULCERATIVA; ENFERMIDADES HEPATICAS E RENAIS SEVERAS; MIASTENIA12 GRAVE.


Indicações - SULFATO DE ATROPINA
E INDICADO COMO COADJUVANTE NO TRATAMENTO DE ULCERA PEPTICA, DOENCAS ESPASTICAS DO TRATO GASTRINTESTINAL E BILIAR; NO TRATAMENTO DA HIPERMOTILIDADE DO APARELHO GENITURINARIO. OUTRAS INDICACOES: COMO MEDICACAO PRE- ANESTESICA PARA REDUZIR A SALIVACAO E A SECRECAO DO TRATO RESPIRATORIO E PARA BLOQUEAR O REFLEXO INIBITORIO VAGAL NO CORACAO DURANTE A INDUCAO DA ANESTESIA13 E INTUBACAO; NO TRATAMENTO DE ARRITMIAS OU BRADICARDIA3 SINUSAL SEVERA E SINCOPE DEVIDO A HIPERATIVIDADE DO REFLEXO SINO-CAROTIDEO; NO CONTROLE DO BLOQUEIO CARDIACO ATRIOVENTRICULAR DECORRENTE DE UM AUMENTO DA ATIVIDADE VAGAL; COMO COADJUVANTE EM RADIOGRAFIAS GASTRINTESTINAIS; NO TRATAMENTO DE PARKINSONISMO; NA PROFILAXIA E TRATAMENTO DE INTOXICACOES POR INIBIDORES DA COLINESTERASE.


Apresentação - SULFATO DE ATROPINA
CAIXA COM 100 AMPOLAS DE 1 ML.



SULFATO DE ATROPINA - Laboratório

2 comentários:

  1. Parabens, está bem explicado, grato.

    ResponderExcluir
  2. Agora estou satisfeito, pois tirei minha dúvida acerca da real ação farmacêutica da ATROPINA.Ontem presenciei uma RCP com intubação endotraquel...Foi maravilhoso. Grato

    ResponderExcluir