Olhe para qualquer droga neste blog

Carregando...

BICARBONATO DE SODIO

Bicarbonato de Sódio

DCB: 1113.03- 8


Forma Farmacêutica: - BICARBONATO DE SODIO
Solução Injetável a 8,4%.


Via de Administração: - BICARBONATO DE SODIO

Via parenteral - Para uso intravenoso e intramuscular.


Apresentações: - BICARBONATO DE SODIO
Ampolas plásticas transparentes contendo 10 ml.
ADULTO E PEDIÁTRICO


Composição: - BICARBONATO DE SODIO

Cada ampola contém a seguinte composição porcentual:
Bicarbonato de Sódio .................... 8,4 g.
Água para Injeção1 ..q.s.p.................... 100,0 ml.


INFORMAÇÕES AO PACIENTE - BICARBONATO DE SODIO
Ação do medicamento:
Dentro das características do produto, e desde que corretamente utilizado conforme as orientações impostas por todos os itens de prescrição, este desenvolve plenamente sua eficiência terapêutica durante o tratamento.
Prazo de validade:
Seu prazo de validade é de 2 anos a partir da data de fabricação, ao que após este prazo pode não mais apresentar os efeitos desejados. Ao adquirir qualquer medicamento verifique sempre o prazo de validade impresso na embalagem. Não use medicamento com prazo de validade vencido. Além de não obter o efeito desejado pode ser prejudicial para sua saúde.
Indicações:
O Bicarbonato de Sódio é utilizado para tratamento de acidose2 metabólica e suas manifestações. É utilizado também para o tratamento de cetacidose diabética, insuficiência renal3, perturbações ácido- básica.
Contra- indicações:
O Bicarbonato de Sódio é contra- indicado para pacientes com alcaloses metabólicas ou respiratória, pacientes com perda de cloreto causada a por vômito4 ou drenagem5 gastrintestinal; pacientes com hipocalcemia6; durante a gravidez7 e em crianças menores de 2 anos.
Precauções e advertências:
Evitar o uso quando constatado odor desagradável ou corpos estranhos no produto. Se houver turvação no produto ou indícios de violação do frasco, o mesmo não deverá ser utilizado. Manter fora do alcance das crianças.
Possíveis Interações:
.Evitar administração simultânea com outros medicamentos, no intuito de evitar interações.
.Não deve ser utilizado durante a gravidez7 e a amamentação8, exceto sob orientação médica. Informe ao seu médico ou cirurgião- dentista se ocorrer gravidez7 ou iniciar amamentação8 durante o uso deste medicamento.
.Não há contra- indicação relativa a faixas etárias.
.Informe ao médico ou cirurgião- dentista o aparecimento de reações desagradáveis.
.Informe ao seu médico ou cirurgião- dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
.Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.
Modo de usar:
.Deve ser utilizado conforme orientações prescritas no item posologia. Por ser de caráter estéril, não se procede em hipótese alguma a guarda e conservação de volumes restantes das soluções utilizadas, devendo as mesmas serem descartadas.
.Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
.Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico.
.Não use medicamento com prazo de validade vencido. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Reações adversas:
Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Situações de intolerância ao Bicarbonato de Sódio por parte do organismo podem gerar reações adversas como náuseas9, enjôos, indisposições eventuais, etc. que desaparecem com a descontinuação do uso do produto.
Superdose:
Na eventualidade de administrações acidentais com doses muito acima das orientadas, procurar por socorro médico imediatamente para as devidas medidas de controle.
Cuidados de conservação:
Conservar ao abrigo de calor, umidade e luz natural direta.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.


INFORMAÇÕES TÉCNICAS: - BICARBONATO DE SODIO


Características Farmacológicas - BICARBONATO DE SODIO

O Bicarbonato de Sódio é constituinte normal dos fluidos orgânicos. Seu nível plasmático normal varia de 24 a 31 mEq/L. A concentração plasmática é regulada pelos rins10. O ânion bicarbonato é considerado lábil, pois em pH adequado pode ser convertido a ácido carbônico e este, a água e dióxido de carbono. No fluido extracelular, a relação ácido carbônico; bicarbonato é 1;20. No adulto sadio com função renal11 normal, quase todo o íon bicarbonato é filtrado pelo glomérulo12 é reabsorvido, excretando- se menos de 1% pela urina13.O bicarbonato de Sódio é único sistema tampão do organismo que esta sujeito a regulação compensatória. Assim, qualquer alteração no sistema- tampão ácido carbônico-bicarbonato provocada pelo pulmões14 e pelos rins10 põe em ação a capacidade tamponadora todos outros sistemas.
Na acidose2 metabólica o uso do bicarbonato de sódio é de grande importância.



Resultados de Eficácia - BICARBONATO DE SODIO

Como objeto de estudo, a eficiência terapêutica do produto se fez consagrada e registrada no meio científico pelo seu uso e aplicação na prática da área farmacêutica, estando suas características inscritas e comprovadas pelo compêndio oficial de renome United States Pharmacopeia XXII edição Pág. 1254.



Indicações: - BICARBONATO DE SODIO
O Bicarbonato de Sódio é utilizado para tratamento de acidose2 metabólica e suas manifestações. É utilizado também para o tratamento de cetacidose diabética, insuficiência renal3, perturbações ácido- básica.


Contra-indicações: - BICARBONATO DE SODIO

O Bicarbonato de Sódio é contra- indicado para pacientes com alcaloses metabólicas ou respiratória, pacientes com perda de cloreto causada a por vômito4 ou drenagem5 gastrintestinal; pacientes com hipocalcemia6; durante a gravidez7 e em crianças menores de 2 anos.


Modo de Usar e Cuidados de conservação depois de aberto: - BICARBONATO DE SODIO
Uso endovenoso. Por ser de caráter estéril, não se procede em hipótese alguma a guarda e conservação de volumes restantes das soluções utilizadas, devendo as mesmas serem descartadas.


Posologia: - BICARBONATO DE SODIO

A administração do produto deve ser feito exclusivamente sob orientação médica.
ATENÇÃO: Este medicamento não é um genérico, portanto não é um substituto de um outro medicamento que tenha o(s) mesmo(s) fármaco(s).


Advertências: - BICARBONATO DE SODIO
ATENÇÃO: Não misture medicamentos diferentes, a troca pode ser fatal. Certifique- se que está sendo administrado o medicamento prescrito. Deve-se ter extremo cuidado para não trocar as ampolas com soluções diferentes. Deve-se levar em consideração a relação risco/beneficio quando existem os seguintes problemas médicos: anúria15 ou oligúria16; hipertensão17, insuficiência cardíaca congestiva18 ou outros quadros clínicos com retenção de sódio ou edematosos. Observar contra a luz e se houver turvação no produto ou indícios de violação do frasco, o mesmo não deverá ser utilizado.


Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco: - BICARBONATO DE SODIO

Deve- se ter precaução especial em pacientes idosos debilitados ou não, sendo particularmente recomendável a utilização da menor posologia, porém eficaz.


Interações Medicamentosas: - BICARBONATO DE SODIO
Anticolinérgico- pode diminuir a absorção e reduzir a eficácia destes fármacos.
Antidiscinéticos- reduz os efeitos destes fármacos.
Cetoconazol - o bicarbonato de sódio reduz acentuadamente a sua absorção.
Outros - O bicarbonato de sódio pode diminuir a absorção dos anti- histaminico (cimetidina, famotidina, ranitidina) nas preparações ou suplementos de ferro orais e tetraciclina; pode reduzir a solubilidade do ciproflaxacino na urina13; reduz a concentração de potássio sérico quando administrado com diuréticos19 conservadores de potássio; pode aumentar a meia-vida da efedrina e prolongar sua ação; retarda a excreção e prolonga ação da mecamilamina; diminuir a concentração de potássio sérico quando administrado concomitantemente com suplementos de potássio; pode aumentar a excreção renal11
dos salicilatos e diminuir suas concentrações séricas; preparações contendo leite, cálcio ou laticínios podem provocar síndrome20 alcalina causada pelo leite; diuréticos19 de alça (furosemida, bumetamida, indapamida, xipamida) e diuréticos19 tiazídicos podem aumentar a alcalose21 hipoclorêmica.


Reações adversas a Medicamentos: - BICARBONATO DE SODIO

Hipopotassemia, com administração excessiva; Inchaço dos pés e partes inferiores das pernas, com doses elevadas; alcalose21 metabólica e hipernatremia, com doses elevadas ou em insuficiência renal3; hipercalemia, com uso prolongado.


Superdose - BICARBONATO DE SODIO

Doses excessivas pode produzir alcalose21 com quadro de tetania22.Descontinuar o tratamento e administrar injeção1 endovenosa de gluconato de cálcio. Na eventualidade, adotar medidas habituais de apoio e controle das funções vitais.


Armazenagem - BICARBONATO DE SODIO

O produto deve ser armazenado sob proteção de calor, umidade e luz natural direta.

N.º Registro ANVISA:

Farmacêutico Responsável: Dr.º Pedro Luiz Gulla
CRF- SP 15.591

SAMTEC BIOTECNOLOGIA LTDA.
CNPJ: 04.459.117/0001- 99
Rua: General Augusto S. do Santos, 475
Bairro: Lagoinha
Ribeirão Preto - SP
Fone: (0xx16) 3965- 2362
Indústria Brasileira
Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC): Fone: (0xx16) 3965- 2362
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA



BICARBONATO DE SODIO - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário