CALSYNAR

Composição - CALSYNAR
Intranasal: cada frasco contém 0,1 ml dasolução correspondente a uma dose de 100 UI de Calcitonina sintética de salmão. Cada dose contém: calcitonina sintética de salmão 100 UI. Excipientes q.s.p. 1 dose. Excipientes: citrato de sódio diidratado, ácido cítrico monoidratado, edetato de sódio, cloreto de benzalcônio, ácido clorídrico, hidróxido de sódio e água para injetáveis. Solução injetável estéril: cada seringa1 com 0,5 ml de solução contém 50 UI de calcitonina. Cada seringa1 com 1,0 ml de solução contém 100 UI de calcitonina. Cada seringa1 de 50 UI contém: calcitonina sintética de salmão 50 UI. Excipientes q.s.p. 1 seringa1. Excipientes: acetato de sódio, cloreto de sódio, ácido acético, água para injeção2. Cada seringa1 de 100 UI contém: calcitonina sintética de salmão 100 UI. Excipientes q.s.p. 1 seringa1. Excipientes: acetato de sódio, cloreto de sódio, ácido acético, água para injeção2.


Posologia e Administração - CALSYNAR
(doses máximas e mínimas): doença de Paget: Calsynar Solução: são usados esquemas posológicos que vão de 50 unidades, 3 vezes por semana, a 100 unidades diariamente, em dose única ou fracionada. Recomenda- se a aplicação de injeções diárias de 50 a 100 unidades, durante 3 a 6 meses, em pacientes com dores ósseas ou com síndrome3 de compressão de nervos. A melhora clínica é geralmente observada dentro de 3 meses, podendo, em alguns casos, ocorrer somente em um ano. Quando se constatar a melhora clínica, deve ser tentada a redução das doses, ou da sua freqüência, considerando a manutenção da remissão. O tratamento poderá ser suspenso e restabelecido posteriormente, quando necessário. Calsynar Intranasal: são usados esquemas posológicos que vão de 100 unidades 3 vezes por semana, a 100 unidades diariamente em dose única. Osteoporose4 pós- menopausa5: 100 UI/dia, associadas a suplementação de cálcio (1 g a 1,5 g/dia) e vitamina6 D. Hipercalcemia de etiologias diversas: Calsynar Solução: dose inicial de 4 UI/kg de peso a cada 12 horas. Após 1 e 2 dias sem resposta satisfatória, pode-se aumentar para um máximo de 8 UI/kg de peso, a cada 12 horas. Nos casos mais graves, são recomendadas doses aproximadas de 8 UI/kg de peso a cada 6 ou 8 horas. Doses superiores a 8 UI/kg de peso não parecem trazer qualquer benefício. Calsynar Intranasal: 200 a 400 UI diariamente, em doses divididas. Dor óssea associada com osteoporose4: Calsynar Solução: 50-100 UI por dia, ou em dias alternados, administrado como injeção intramuscular7 ou subcutânea. Calsynar Intranasal: 100 a 200 UI por dia ou em dias alternados. Em casos de não tolerância à calcitonina injetável, a posologia de 100 UI por via intranasal é melhor tolerada do que 100 UI por via injetável.


Precauções - CALSYNAR
o uso de calcitonina tem provocado novos distúrbios ósseos em crianças com doença de Paget, na adolescência (hiperfosfatasemia). A segurança e eficácia do produto, em crianças, ainda não foram estabelecidas. Se ocorrer gravidez8, durante o tratamento com Calsynar, este deverá ser suspenso e o médico avisado imediatamente. Calsynar Solução destina- se à aplicação intramuscular ou subcutânea. Calsynar Intranasal destina-se, exclusivamente, à aplicação intranasal. O produto deverá ser usado sob prescrição médica. - Interações medicamentosas: nenhuma interação conhecida. Posologias muito elevadas de calcitonina foram, às vezes, utilizadas (10.000 UI/dia) sem que se tenha notado incidentes de superdosagem.


Reações adversas - CALSYNAR
a calcitonina, em casos raros e de maneira transitória, pode causar náuseas9, vômitos10, rubor facial, formigamento das mãos e paladar desagradável. Esses sintomas11 melhoram com a continuação do tratamento, não requerendo a sua suspensão. Podem surgir, ocasionalmente, hipertensão arterial12, aumento da freqüência urinária, poliúria13, mal- estar e astenia14. Há relato de casos isolados de sintomas11 de tetania15 ou hipocalcemia16 transitória sem importância clínica. Podem ocorrer reações de hipersensibilidade com o uso da calcitonina, como reação no local da aplicação, erupções da pele, urticária17, prurido18, febre19, calafrios e arrepios. Existe o risco de reações alérgicas anafilactóides, incluindo choque20, angioedema21 e dispnéia22. Têm sido relatados, embora raramente, casos de reação no local da injeção2.


Contra-Indicações - CALSYNAR
o emprego de Calsynar é contra- indicado em paciente com hipersensibilidade ao uso de calcitonina. Não foram realizadas pesquisas com Calsynar em mulheres grávidas. Por esse motivo, recomenda-se não usar o produto em qualquer das fases da gravidez8, bem como nas mulheres que estiverem amamentando.


Indicações - CALSYNAR
osteoporose4 pós- menopausa5: estudos baseados na determinação do cálcio orgânico total indicaram ser o Calsynar eficiente na prevenção da perda progressiva da massa óssea; no tratamento da osteoporose4 pós-menopausa5, associado a uma ingestão adequada de vitamina6 D e suplementação de cálcio. Doença de Paget: demonstrou-se que o tratamento é útil tanto para dor óssea, quanto para as síndromes de compressão nervosa devidas à doença da coluna vertebral23 e/ou crânio24, e também para as hipercalcemias de imobilização. Hipercalcemia: Calsynar, associado a outros agentes é indicado no tratamento precoce das emergências hipercalcêmicas, enquanto não se estabelece a terapia específica da doença básica. A ação hipocalcemiante da calcitonina é usualmente rápida, sendo maior na hipercalcemia devida a uma reciclagem óssea aumentada, como a da doença de Paget e da tireotoxicose. O tratamento é útil também na hipercalcemia da neoplasia25 maligna, intoxicações por Vitamina6 D, imobilização e hiperparatireoidismo. A calcitonina é particularmente útil em pacientes hipercalcêmicos com insuficiência renal26 ou cardíaca concomitante.


Apresentação - CALSYNAR
caixa com 7 frascos de 0,1 ml de solução nasal a 100 UI/ml. Caixa com 5 seringas preenchidas de 0,5 ml e 1,0 ml (prontas para uso).





CALSYNAR - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário