Olhe para qualquer droga neste blog

Carregando...

CETOPROFENO

Composição - CETOPROFENO
cada cápsula contém: cetoprofeno 50 mg;excipientes: lactose, amido de milho, glicolato amido de sódio, dióxido de silício, talco e estearato de magnésio.


Posologia e Administração - CETOPROFENO
adultos: via: oral 1 cápsulas 2 vezes ao dia ou 1 cápsula 3 vezes ao dia às refeições. A critério médico, as posologias poderão ser aumentadas até 300 mg (dose máxima diária). Superdosagem: em caso de superdosagem deve- se proceder à lavagem gástrica1 ou administração de um emético e tratar sintomaticamente. Hidratação, monitorização da excreção urinária e correção da acidose2 pode ser necessária.


Precauções - CETOPROFENO
O Cetoprofeno deve ser utilizado com cautela em pacientes com antecedentes de úlcera3 gastroduodenal. Caso ocorra sangramento gastrintestinal, o tratamento deve ser interrompido. Deve ser utilizado com precaução em pacientes com insuficiência renal4 grave, visto que a eliminação do medicamento se efetiva principalmente pela urina5. Existe a possibilidade de ocorrer vertigem6 ou tontura7 com o uso do Cetoprofeno, portanto, pacientes que operam máquinas ou dirigem veículos devem ser alertados sobre esta possibilidade. Idosos (acima de 65 anos) só devem fazer uso do medicamento sob orientação médica. - Interações medicamentosas: anticoagulantes orais e heparina: o uso concomitante é desaconselhável, pois o Cetoprofeno pode aumentar os efeitos dos anticoagulantes pelo aumento do risco hemorrágico por inibição da função plaquetária e irritação da mucosa8 digestiva. Quando a associação com inibidores da vitamina9 K for necessária, deve-se acompanhar os valores do tempo de protrombina, em razão de eventual risco de potenciação. Sulfamidas: têm os seus efeitos hipoglicemiantes10 aumentados. Metotrexato: o Cetoprofeno aumenta o risco de toxicidade hemorrágica. Sais de lítio: o uso concomitante é um fator de elevação da litemia, eventualmente até níveis tóxicos. O Cetoprofeno pode diminuir a atividade dos diuréticos11. O Cetoprofeno pode aumentar um efeito aditivo com a ticlopidina (aumento da atividade antiagregante plaquetária). O uso concomitante com outros agentes antiinflamatórios não esteróides pode aumentar o risco ulcerogênico e hemorrágico.


Reações adversas - CETOPROFENO
gastrintestinais: desconforto gastrintestinal, dor gástrica, náusea12, vômito13, constipação14, diarréia15, úlcera3 gastroduodenal, hemorragia16 digestiva e perfurações intestinais. Hipersensibilidade: erupções, rash17 cutâneo, prurido18, possibilidade de aparecimento de crise asmática, diminuição moderada na contagem de glóbulos vermelhos e raramente leucopenia19. Outras reações: excepcionalmente pode ocorrer zumbido nos ouvidos, perda da audição, visão borrada e alteração no paladar. Alguns casos de valores anormais das transaminases, uréia20, desidrogenase lática e fosfatase alcalina foram relatados.


Contra-Indicações - CETOPROFENO
pacientes com história de hipersensibilidade ao Cetoprofeno e em pacientes que desenvolvem crises de rinite21, asma22 ou urticária23 pela administração da aspirina ou outros antiinflamatórios inibidores da prostaglandina. Insuficiência hepática24 ou renal25 severa. Úlcera3 gastroduodenal ativa. Durante o primeiro trimestre e último trimestre de gravidez26. Durante o período de amamentação27.


Indicações - CETOPROFENO
tratamento de processos reumáticos: artrite reumatóide28, espondilite anquilosante, epicondilites, tenossinovites, tendinites, sinusites, capsulites, bursites, periartrite escapuloumeral, osteoartrites esclerodermia, periartrite nodosa, lúpus eritematoso sistêmico, pesudodoartrite rizomélica, síndrome29 de Reiter, reumatismo30 psoriático condrocalcinose, gota31. Lesões traumáticas como contusões e esmagamento, fraturas, entorses32, luxações. Profilaxia e tratamento de cefaléia33 vascular34.


Apresentação - CETOPROFENO
caixa com 24 cápsulas de 50 mg.





CETOPROFENO - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário