DINAFLEX

Dinaflex - Sulfato de glicosamina


FORMAS FARMACÊUTICAS: - DINAFLEX

Pó Granulado.


APRESENTAÇÃO - DINAFLEX

Pó Granulado: 1,5 g.Embalagens com 15 sachês de dose única.
USO ADULTO


COMPOSIÇÃO: - DINAFLEX

Cada sachê com 1,5 g contém:

Sulfato de glicosamina (equivalente a 1,884 g de sulfato policristalino de glicosamina) 1,5 g
Excipientes: aspartame1, sorbitol2, ácido cítrico, polietilenoglicol.


INFORMAÇÃO AO PACIENTE - DINAFLEX

Ação esperada do medicamento: DINAFLEX® é um medicamento utilizado no tratamento de artrose3 primária e secundária, osteocondrose, espondilose, condromalacia de rótula, periartritis escápulo- humeral.Cuidados de armazenamento: Conservar o produto em sua embalagem original, em temperatura ambiente (entre 15º e 30º C). Proteger da luz e umidade.
Prazo de validade: 36 meses a partir da data de fabricação. Ao adquirir o medicamento confira sempre o prazo de validade impresso na embalagem externa do produto.
NÃO USE MEDICAMENTO COM PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.

Gravidez4 e lactação5: Não há dados com relação ao uso de DINAFLEX® na gravidez4 e lactação5 humana, portanto, seu uso não é recomendado nestes casos. Este medicamento só deve ser administrado sob supervisão médica.
Cuidados de administração: Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Interrupção do tratamento: Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Reações Adversas: Informe o seu médico caso ocorram reações desagradáveis. Os efeitos adversos mais comuns são reações de origem gastrintestinal de intensidade leve a moderada, como desconforto gástrico, diarréia6, náusea7, prurido8 e cefaléia9.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.


Interações Medicamentosas: - DINAFLEX

A administração oral de sulfato de glicosamina pode favorecer a absorção gastrintestinal de tetraciclinas e reduzir a de penicilina e cloranfenicol. Não existe limitação para administração simultânea de analgésico10 ou antinflamatórios esteróides e não esteróides.


Contra-indicações/Precauções: - DINAFLEX

Este medicamento é contra- indicado em pacientes com hipersensibilidade a glicosamina ou a qualquer outro componente da fórmula. Também não deve ser utilizado durante a gravidez4, lactação5 ou em casos de fenilcetonúria. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.


INFORMAÇÃO TÉCNICA - DINAFLEX

Mecanismo de Ação
O sulfato de glicosamina é uma molécula naturalmente presente no organismo humano e utilizada para a biossíntese dos proteoglicanos da substância fundamental da cartilagem articular e do ácido hialurônico do líquido sinovial. Esta biossíntese é alterada na artrose3, processo degenerativo dismetabólico que compromete a cartilagem articular.
Normalmente a chegada da glicosamina na articulação está assegurada por processo de biotransformação da glicose11. Na artrose3 tem sido observada ausência local de glicosamina devido a uma diminuição da permeabilidade da cápsula articular e por alterações enzimáticas nas células da membrana sinovial e da cartilagem. Nestas situações propõe- se a entrada exógena de sulfato de glicosamina, como suplemento das carências endógenas desta substância, estimulação da biossíntese dos proteoglicanos, desenvolvimento de uma ação trófica nos sulcos articulares e favorecimento da fixação de enxofre na síntese do ácido condrointinsulfúrico e a disposição normal de cálcio no tecido12 ósseo. A experiência clínica também confirma a ótima tolerância de glicosamina devido a sua origem natural.


INDICAÇÕES: - DINAFLEX

É indicado no tratamento de artrose3 primária e secundária, osteocondrose, espondilose, condromalacia de rótula, periartrite escápulo- humeral.


CONTRA-INDICAÇÕES: - DINAFLEX

DINAFLEX® é contra- indicado em pacientes com hipersensibilidade a glicosamina ou a qualquer outro componente da fórmula. Também não deve ser utilizado durante a gravidez4, lactação5 ou em casos de fenilcetonúria.


PRECAUÇÕES E ADVERTÊNCIAS: - DINAFLEX

Informar ao médico caso esteja utilizando outros medicamentos.


INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS: - DINAFLEX

A administração oral de sulfato de glicosamina pode favorecer a absorção gastrintestinal de tetraciclinas e reduzir a de penicilina e cloranfenicol.


REAÇÕES ADVERSAS: - DINAFLEX

Os efeitos colaterais mais comuns são de origem gastrintestinal, de intensidade leve a moderada, consistindo em desconforto gástrico, diarréia6, náusea7, prurido8 e cefaléia9.Reações hematológicas: não foram observadas alterações clínicas significativas durante os estudos.
Testes laboratoriais: não se observaram diferenças significativas nos valores médios nem nos dados individuais das provas laboratoriais e constantes vitais.


POSOLOGIA: - DINAFLEX

Pó Granulado 1,5 g
1 sachê por dia, dissolvido em um copo com água.
Duração do tratamento: a critério médico.


CONDUTA NA SUPERDOSAGEM: - DINAFLEX

Não é conhecido antídoto13 específico para glicosamina. Em caso de superdosagem recomendam- se as medidas de suporte clínico.

ATENÇÃO: ESTE PRODUTO É UM NOVO MEDICAMENTO E EMBORA AS PESQUISAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA QUANDO CORRETAMENTE INDICADO, PODEM OCORRER REAÇÕES ADVERSAS IMPREVISÍVEIS, AINDA NÃO DESCRITAS OU CONHECIDAS. EM CASO DE SUSPEITA DE REAÇÃO ADVERSA, O MÉDICO RESPONSÁVEL DEVE SER NOTIFICADO.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.



DINAFLEX - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário