FEMARA

Composição - FEMARA
cada comprimido envernizado contém 2,5 mg deletrozol; excipiente (sílica gel, amido de milho, lactose, celulose, estearato de magnésio, amidoglicolato de sódio, hidroxipropilmetilcelulose, polietilenoglicol, talco, dióxido de titânio, óxido de ferro amarelo) q.s.p. 1 comprimido envernizado.


Posologia e Administração - FEMARA
adultos e pacientes idosas: a dose recomendada de Femara é de 2,5 mg, 1 vez ao dia. O tratamento com Femara deve continuar até que a progressão do tumor1 seja evidente. Nenhum ajuste de dose é necessário para tratamento de pacientes idosas. Pacientes com insuficiência renal2 ou hepática: nenhum ajuste na dosagem é necessário (clearance de creatinina3 € 10 ml/min). - Superdosagem: não existe experiência de superdosagem com Femara. Não se conhece nenhum tratamento específico para superdosagem, devendo-se proceder a tratamento sintomático e de suporte.


Precauções - FEMARA
Femara não foi investigado em pacientes com clearance de creatinina3 < 10 ml/min. Como o letrozol se liga fracamente às proteínas4 plasmáticas, é previsto que seja removido da circulação5 por diálise6. Deve- se considerar cuidadosamente o potencial de risco/benefício para cada paciente antes de se administrar Femara. - Gravidez7 e lactação8: Femara está contra-indicado durante a gravidez7 e a lactação8. - Efeitos sobre a habilidade de dirigir veículos e/ou operar máquinas: é improvável que Femara comprometa a habilidade da paciente de dirigir veículos ou operar máquinas. No entanto, observaram-se fadiga e tontura9 com o uso de Femara. Os pacientes devem, portanto, ter cuidado ao operar máquinas ou dirigir veículos. - Interações medicamentosas: os estudos clínicos de interação com cimetidina e warfarina indicam que a co-administração de Femara com esses fármacos não resultou em interações clinicamente significativas. Adicionalmente, em um grande estudo clínico não houve evidência de interações clinicamente relevantes. E em pacientes que recebiam outros fármacos comumente prescritos (ex., benzodiazepínicos; barbituratos; antiinflamatórios não esteróides, como diclofenaco sódico; ibuprofeno; paracetamol; furosemida; omeprazol). Não existe experiência clínica, até o momento, sobre o uso de Femara em combinação com outros agentes antineoplásicos.


Reações adversas - FEMARA
nos estudos clínicos, as reações adversas foram geralmente de intensidade leve a moderada e raramente graves o suficiente para determinar a descontinuação do tratamento. Muitas das reações adversas podem ser atribuídas tanto à doença básica como às conseqüências farmacológicas normais da privação de estrógenos (ex., fogachos e adelgaçamento dos cabelos).


Contra-Indicações - FEMARA
hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes. Pré- menopausa10 endócrina. Gravidez7 e lactação8.


Indicações - FEMARA
tratamento de câncer11 de mama avançado em mulheres na pós- menopausa10 (natural ou artificialmente induzida), que tenham sido tratadas previamente com antiestrogênicos.


Apresentação - FEMARA
caixas com 28 comprimidos envernizados.





FEMARA - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário