Olhe para qualquer droga neste blog

Carregando...

Indapen SR

Indapen SR
indapamida
Uso adulto


COMPOSIÇÃO E APRESENTAÇÃO - Indapen SR
Cada comprimido contém 1,5 mg de indapamida. Caixa contendo 30 comprimidos em 2 blisters, cada um com 15 comprimidos revestidos de liberação prolongada.

INDICAÇÃO: - Indapen SR
Hipertensão arterial1 essencial.

CONTRA-INDICAÇÕES: - Indapen SR
Hipersensibilidade às sulfonamidas; insuficiência hepática2 ou renal3 grave; encefalopatia hepática; hipocalemia.
PRECAUÇÕES: - Indapen SR
No caso de insuficiência hepática2, a administração do diurético4 deve ser suspensa imediatamente. O sódio deve ser controlado antes do início do tratamento e depois, em intervalos regulares, mais frequentemente, em idosos e cirróticos. O risco de hipocalemia deve ser previsto em idosos e/ou desnutridos e/ou polimedicados; cirróticos portadores de edemas e ascite5; coronarianos; portadores de insuficiência cardíaca6. Nesses casos, o controle mais frequente da calemia torna- se necessário. Os diuréticos7 tiazídicos podem reduzir a excreção urinária do cálcio e ocasionar hipercalcemia transitória. Nos pacientes hiperuricêmicos, a tendência do ocorrer crises de gota8 pode aumentar. Hidratar o paciente e avaliar a função renal3 no início do tratamento.
INDAPEN SR contém um princípio ativo que pode induzir uma reação positiva nos testes realizados durante o controle 'anti- dopping'.
Gravidez9 e lactação10
A administração de diuréticos7 deve ser evitada durante a gravidez9 e nunca ser utilizado para o tratamento de edemas fisiológicos da gravidez9. Os diuréticos7 podem provocar isquemia11 fetoplacentária, com risco de hipotrofia fetal. O aleitamento é desaconselhado, tendo em vista a passagem do princípio ativo através do leite materno.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS - Indapen SR
Lítio: pode ocorrer aumento da litemia acompanhada de sinais12 de superdosagem, como ocorre durante uma dieta hipossódica (diminuição da excreção urinária de lítio). Medicamentos não antiarrítmicos causadores de 'torsades de pointes' (astemizol, bepridil, eritromicina IV, halofantrina, pentamidina, sultoprida, terfenadina, vincamina): " torsades de pointes" .
AINEs, salicilatos em doses elevadas: possível diminuição do efeito anti- hipertensivo da indapamida.
Anfotericina B (via IV), glico e mineralocorticoides, tetracosactídeo, laxativos: risco aumentado de hipocalemia.
Baclofeno: potencialização do efeito anti- hipertensivo. A hipocalemia que favorece os efeitos tóxicos dos digitálicos. Risco de hipotensão13 grave e/ou insuficiência renal14 aguda quando se inicia tratamento com um IECA nos pacientes com depleção sódica pré-existente. Na hipertensão15 essencial, quando um tratamento diurético4 anterior possa ter causado uma depleção de sódio, é necessário interromper o diurético4 3 dias antes de iniciar o tratamento com o IECA, e introduzir um diurético4 hipocalemiante, se necessário; iniciar o tratamento com o IECA, administrando doses iniciais reduzidas e aumentando gradativamente estas doses. Na ICC, iniciar o tratamento com uma dose muito pequena de IECA, eventualmente após redução da dose do diurético4 hipocalemiante associado. Em todos os casos, vigiar a função renal3 nas primeiras semanas do tratamento pelo IECA.
Antiarrítmicos do grupo Ia (quinidina, hidroquinidina, disopirimida), amiodarona, bretílio, sotalol: 'torsades de pointes'. Metformina16: não utilizar a metformina16 quando a creatininemia ultrapassar 1,5 mg% (135 mmol/l17) no homem e 1,2 mg% (110 mmol/l17) na mulher.
Antidepressivos imipramínicos (tricíclicos), neurolépticos: risco de hipotensão13 ortostática aumentados (efeito aditivo).
Sais de cálcio: risco de hipercalcemia. Ciclosporina: risco de aumento da creatininemia. Corticoides, tetracosactídeo: diminuição do efeito anti- hipertensivo.

POSOLOGIA - Indapen SR
Um comprimido ao dia, de preferência pela manhã.

REAÇÕES ADVERSAS - Indapen SR
As reações adversas são, em sua maioria, dose- dependentes.
Hipocalemia, particularmente grave em grupos de risco.
Hiponatremia acompanhada por hipovolemia18 causadas por desidratação19 e hipotensão13 ortostática.
A perda de íons cloreto pode causar, secundariamente, alcalose20 metabólica compensada.
Elevação da uricemia e da glicemia21 no decorrer do tratamento. A utilização de diuréticos7 deve ser cuidadosamente avaliada em pacientes gotosos e diabéticos.
Muito raramente podem ser observados trombocitopenia22, leucopenia23, agranulocitose24, aplasia de medula e anemia hemolítica25.
Excepcionalmente pode- se observar hipercalcemia.

Venda Sob Prescrição Médica.
Ao persistirem os sintomas26, o médico deverá ser consultado.
Registro no M.S. 1.0525.0017.
TORRENT do Brasil Ltda.



Indapen SR - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário