ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao

Assepium

Sulfametoxazol
Trimetoprima
Bactericida de amplo espectro

Uso adulto e pediátrico


Composição - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao
ASSEPIUM Comprimidos: Cada comprimido contém: Sulfametoxazol 400 mg; Trimetropina 80 mg; Excipiente q.s.p 600 mg. ASSEPIUM Suspensão: Cada 5 ml contém: Sulfametoxazol 200 mg; Trimetoprima 40 mg; Veículo q.s.p. 5 ml.


Propriedades - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao

ASSEPIUM é a associação de dois quimioterápicos de amplo espectro (sulfametoxazol e trimetoprima) que juntos se potencializam, determinando um bloqueio metabólico, impedindo praticamente o aparecimento de resistência bacteriana. O mecanismo de ação de ASSEPIUM decorre da inibição em cadeia de duas enzimas vitais ao desenvolvimento bacteriano, bloqueando a produção do ácido fólico e evitando a formação do ácido diidrofólico. A ação bactericida de ASSEPIUM foi demonstrada in vitro e comprovada in vivo, pelas respostas observadas no uso clínico. A atividade bactericida do ASSEPIUM é consideravelmente maior do que a atividade antibacteriana de qualquer dessas drogas isoladas. ASSEPIUM mostra- se eficiente no tratamento de infecções bacterianas produzidas por variada gama de germes Gram-positivos e Gram-negetivos, como estreptococos, estafilococos, pneumococos, Neisseria, Bordetella, Salmonella, Klebsiella, Shigella e Vibrio cholerae. Devem-se destacar ainda os ótimos resultados obtidos no tratamento de infecções produzidas pelo Haemophilus influenzae, Escherichia coli e Proteus.


Indicações - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao
Infecções causadas por uma grande gama de germes patogênicos sensíveis à associação sulfametoxazol e trimetoprima. Em Urologia: Pielonefrite1, pielite, cistites aguda e crônica, uretrite2. Em Gastrenterologia; Febre tifóide3 e paratifóide, enterite. Em Pneumologia: Bronquites aguda e crônica, pneumonia4, sinusite5, faringite6, bronquiectasia7. Em Dermatologia: Piodermite8, furunculose, abscessos, ferimentos cutâneos infectados.


Contra-indicações - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao

ASSEPIUM não deve ser prescrito a pacientes com lesões renais hepática graves, com discrasias sangüíneas9 ou hipersensibilidade aos componentes da fórmula, particularmente às sulfonamidas. No estado atual dos conhecimentos sobre esta associação, ela está também contra- indicada na gravidez10. Se este diagnóstico11 não puder ser excluído, os eventuais riscos devem ser avaliados face ao afeito terapêutico desejado. Não deve ainda ser prescrito a prematuros e aos recém-nascidos durante as primeiras cinco semanas de vida.


Precauções - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao
Um controle hematológico periódico é necessário nos casos de tratamentos prolongados ou interativos, particularmente em pacientes de mais de 65 anos. Este controle deve ser efetuado também, nos casos de insuficiência hepática12 (transaminase), de antecedentes hematológicos (hemograma, plaquetas13) e de insuficiência renal14 (clearance de creatinina15). A associação sulfametoxazol- trimetoprima apresentou efeitos teratogênicos em animais; portanto, sua utilização é desaconselhada durante a gravidez10.


Interações medicamentosas - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao

Recomenda- se um acompanhamento cuidadoso nos casos de prescrição simultânea com os anticoagulantes do tipo cumarínico (possível aumento do efeito anticoagulante16) e de antidiabéticos orais17 do tipo sulfoniluréia (risco de hipoglicemia18). A associação pode inibir o metabolismo19 da fenitoína ao nível do fígado20; portanto, a administração concomitante pode produzir um aumento do efeito desta substância.


Reações adversas - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao
São raros as náuseas21 e vômitos22 aos exantemas medicamentosos. Quando o produto foi administrado por períodos prolongados ou em doses excessivamente elevadas, foram observadas alterações hematológicas em alguns casos. De modo geral estas alterações são brandas e assintomáticas, desaparecendo pela supressão do medicamento e consistem principalmente em trombocitopenia23, leucopenia24, neutropenia25 ou mais raramente púrpura e agranulocitose26.


Posologia - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao

Comprimido: Adultos: 2 comprimidos de ASSEPIUM, duas vezes ao dia, após as refeições. Para tratamentos prolongados (14 dias) recomenda- se 1comprimido duas vezes ao dia. Crianças: 1/2 a 1 comprimido duas vezes ao dia, proporcionalmente à idade. Suspensão: Crianças maiores de 5 anos: 1 a 2 colheres das de chá, 2 vezes ao dia. Crianças menores de 5 anos: 1 colher das de chá 2 vezes ao dia.


Conduta na superdosagem - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao
Na eventualidade de intoxicação por superdosagem proceder à lavagem gástrica27 e induzir ao vômito28. Para acelerar a eliminação do medicamento, aumentar a ingestão de líquidos ou promover a diurese29 forçada, com alcalinização da urina30. Se ocorrerem reações de hipersensibilidade pode ser necessário o uso de corticóides.


Apresentações - ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao

Comprimido: Caixa com 20 comprimidos.
Suspensão: Frascos com 50 e 100 ml.

Agite antes de usar.
Venda Sob Prescrição Médica.
Laboratório GROSS S.A.



ASSEPIUM Comprimidos e Suspensao - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário