ASSEPTIC

Asseptic
digluconato de clorexidina

USO ADULTO E PEDIÁTRICO
USO EXTERNO


COMPOSIÇÃO - ASSEPTIC
Cada mL da solução tópica contém:digluconato de clorexidina....................10 mg
veículos q.s.p. .................... 1mL
(água purificada e hidróxido de sódio).


INFORMAÇÕES AO PACIENTE - ASSEPTIC
Asseptic tem ação anti- séptica bacteriana de amplo espectro. Conservar em temperatura ambiente (15° a 30° C). Proteger da luz. Prazo de Validade: VIDE CARTUCHO. Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
"Informe seu médico a ocorrência de gravidez1 na vigência do tratamento ou após o seu término". "Informe
seu médico se está amamentando".
"Siga a orientação do seu médico respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento".
"Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico".
"Informe seu médico a ocorrência de reações desagradáveis, tais como: irritação, queimação ou prurido2 no
local da aplicação, vermelhidão ou manchas na pele".


TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. - ASSEPTIC
Utilizar somente para uso externo. Evitar contato com os olhos. Asseptic não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade conhecida ao digluconato de
clorexidina ou a qualquer outro componente da fórmula.
"Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando antes do início ou durante o tratamento".

"NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE".


INFORMAÇÕES TÉCNICAS - ASSEPTIC
A clorexidina é uma biguanida bis- hexametilênica. Atua contra bactérias gram-positivas e gram-negativas,
tais como Pseudomonas aeruginosa. Sua eficácia não é significantemente reduzida na presença da matéria
orgânica, tal como sangue3. Em concentrações baixas é bacteriostática; em concentrações mais altas, é
bactericida. Deve sua atividade antibacteriana à interação iônica com a parede celular bacteriana carregada
negativamente; a neutralização resultante da carga no fármaco faz com que este seja adsorvido pela
bactéria4, com a conseqüente ruptura da parede celular. Além disso, a clorexidina causa precipitação das
proteínas5 plasmáticas.


INDICAÇÕES - ASSEPTIC
Asseptic é indicado na assepsia da pele e de feridas cutâneas de pequenas extensões.

CONTRA-INDICAÇÕES - ASSEPTIC
ASSEPTIC NÃO DEVE SER UTILIZADO POR PACIENTES COM HIPERSENSIBILIDADE CONHECIDA
AO DIGLUCONATO DE CLOREXIDINA OU A QUALQUER OUTRO COMPONENTE DA FÓRMULA.


PRECAUÇÕES - ASSEPTIC
Utilizar somente para uso externo. Evitar contato com os olhos. Suspender o uso, em caso de hipersensibilidade.Recomenda- se não utilizar o produto em assaduras de recém-nascidos.


INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS - ASSEPTIC
Até o momento, não foram relatadas quaisquer interações medicamentosas com Asseptic solução tópica.


REAÇÕES ADVERSAS - ASSEPTIC
Podem ocorrer as seguintes reações adversas: irritação, queimação ou prurido2 no local da aplicação,vermelhidão ou manchas na pele.


ALTERAÇÕES EM EXAMES CLÍNICOS E LABORATORIAIS - ASSEPTIC
Não foram relatadas quaisquer alterações nos exames clínicos e laboratoriais que mantivessem relações
intrínsecas com o uso de Asseptic.


POSOLOGIA - ASSEPTIC
Asseptic é somente de uso externo. Espalhar uma quantidade suficiente do produto em toda a extensão da área afetada, quando necessário, podendo ser coberto com gaze ou outros curativos.


SUPERDOSE - ASSEPTIC
Caso haja contato com os olhos, lavá- los abundantemente em água corrente. Em caso de ingestão acidental,procurar imediatamente orientação médica.


PACIENTES IDOSOS - ASSEPTIC
Não há nenhuma restrição quanto ao uso de Asseptic em pacientes idosos (acima de 60 anos).





ASSEPTIC - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário