AVIRAL 400mg

AVIRAL 400mg
Aciclovir1



FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO - AVIRAL

Comprimido: cartucho com 70 unidades.


COMPOSIÇÃO - AVIRAL

Cada comprimido de Aviral 400 mg contém:
Aciclovir1 .................... 400,0 mg
Excipientes (lactose, celulose microcristalina, acdisol, amido de milho, estearato de magnésio, dióxido de silício coloidal, corante amarelo crepúsculo n.º 6) ....................q.s.p.1comprimido

USO ADULTO



INFORMAÇÕES AO PACIENTE - AVIRAL

Aviral 400mg deve ser conservado ao abrigo de luz, calor e umidade. Não deve ser guardado em banheiros ou outro lugar de elevada umidade.
Não use o medicamento se o seu prazo de validade estiver vencido, fato que pode ser verificado na embalagem externa do produto. Não guarde medicamentos que não estejam sendo utilizados.
Os comprimidos devem ser ingeridos sem mastigar, antes, durante ou após as refeições com um pouco de líquido. Não tome quantidade maior ou menor que a dosagem estabelecida pelo médico. Caso esqueça de ingerir uma dose, deve tomá- la tão logo possível e retornar ao esquema habitual. Se faltar pouco tempo para a próxima dose, tome-a normalmente, sem dobrar as doses. Avise ao médico se omitir mais de uma dose em um dia. Não use Aviral por tempo maior que o prescrito.
Aviral comprimidos não deve ser usado durante a gravidez2 ou período de amamentação3. Avise seu médico se ocorrer gravidez2 antes ou durante o tratamento.
Informe seu médico sobre o uso de qualquer outro medicamento.
O tratamento com Aviral comprimidos deve ser iniciado o mais cedo possível após o aparecimento dos primeiros sinais4 de herpes. Os bons resultados do tratamento só serão alcançados, se não houver interrupção do mesmo. Consulte seu médico se não perceber melhora em poucos dias.
As pacientes com herpes vaginal são mais propensas a desenvolver câncer5 cervical, por isso devem realizar exames de Papanicolau6, pelo menos, uma vez ao ano.
Pratique boa higiene dental e consulte o dentista regularmente para realizar limpeza dos dentes, evitando a sensibilidade, sangramento e aumento do tamanho das gengivas.
Mantenha as zonas afetadas o mais limpas e secas possíveis; use roupas folgadas para evitar a irritação das lesões. O herpes genital pode ser transmitido por contato sexual, inclusive se a parceira não apresentar sintomas7. Evite a atividade sexual caso um dos parceiros apresente sinais4 ou sintomas7. Provavelmente o uso de preservativos ajude a evitar a transmissão do herpes.
Nem Aviral comprimidos e tampouco cremes espermicidas ou diafragma evitam a transmissão da doença.
Pode ocorrer o aparecimento de erupções cutâneas, náusea8, vômito9, diarréia10 e dores abdominais.
Avise seu médico sobre a ocorrência de efeitos desagradáveis durante o tratamento.
Mesmo que os sintomas7 tenham desaparecido, continuar o tratamento durante o período indicado por seu médico. Não utilizar aciclovir1 nem durante mais tempo nem durante menos tempo que o indicado pelo médico.

"NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE."

"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS."




INFORMAÇÕES TÉCNICAS - AVIRAL

O aciclovir1 é convertido em um nucleotídeo (aciclovir1 monofosfato) pela timidina quinase codificada pelo vírus11 do herpes simples. A guanilato quinase celular converte o aciclovir1 monofosfato em aciclovir1 difosfato e várias enzimas celulares podem convertê- lo em trifosfato. O aciclovir1 trifosfato interfere na ação da DNA-polimerase do vírus11 e inibe a replicação do DNA viral. O trifosfato pode ser incorporado às cadeias de DNA em crescimento pela DNA-polimerase viral, ocasionando o término da cadeia de DNA. Como o aciclovir1 é captado preferentemente pelas células infectadas com o vírus11 do herpes simples, que o convertem seletivamente em trifosfato ativo, resulta ser muito menos tóxico para as células normais não infectadas.É pouco absorvido pelo trato gastrintestinal (aproximadamente de 15 a 30%), embora as concentrações séricas sejam suficientes para obter um efeito terapêutico. A absorção não é afetada pela presença de alimentos.
Sofre metabolismo12 hepático. Cerca de 14% é eliminado na forma inalterada pela urina13.


INDICAÇÕES - AVIRAL
Antivirótico.
Tratamento de infecões agudas por herpes zoster14. Aviral 400mg também pode ser indicado na prevenção de infecções recorrentes ou no tratamento de varicela15.


CONTRA-INDICAÇÕES - AVIRAL

Aviral comprimidos é contra- indicado para pacientes com conhecida hipersensibilidade aos componentes da fórmula.
PRECAUÇÕES

Mutagenicidade: Alguns estudos de toxicidade aguda em animais indicaram que o medicamento por via oral só é mutagênico quando administrado em altas concentrações (25 vezes superior às concentrações plasmáticas usuais para o homem).

Problemas médicos: A relação risco/benefício deve ser avaliada nos casos de desidratação16, disfunção hepática e anomalias neurológicas.

Gravidez2: Não existem estudos adequados sobre o uso do aciclovir1 durante a gravidez2. Sabe- se que é capaz de atravessar a placenta. A relação risco/benefício deve ser avaliada cuidadosamente nestes casos.

Fertilidade: Não há comprovação dos efeitos do aciclovir1 sobre a fertilidade humana. O produto não demonstrou ter efeito definitivo sobre a contagem, morfologia ou motilidade dos espermatozóides17 em seres humanos.
Lactação18: Dados limitados demonstraram que a droga passa para o leite materno, portanto o médico deve avaliar a necessidade real do uso do medicamento durante esse período.


INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS - AVIRAL
Medicamentos que alteram a fisiologia renal19 poderiam potencialmente alterar a farmacocinética do aciclovir1. A probenecida aumenta a meia- vida do aciclovir1 e a área sob a curva de concentração plasmática. Entretanto, interações do aciclovir1 com outras drogas ainda não foram comprovadas.


REAÇÕES ADVERSAS - AVIRAL
Efeitos que podem aparecer:Cutâneos: relatou- se o aparecimento de erupções cutâneas em alguns pacientes que tomaram Aviral comprimidos. Com a suspensão da droga, houve o desaparecimento espontâneo das erupções.
Gatrintestinais: incluem náuseas20, vômitos21, diarréia10 e dores abdominais. Em estudos duplo- cegos, controlados com placebo, a incidência22 de ocorrências gastrintestinais não diferiu entre os pacientes que receberam placebo e os que receberam aciclovir1.
Outras ocorrências: embora raramente verificadas, foram relatados aumentos discretos e transitórios na bilirrubina23 e enzimas hepáticas, pequenos aumentos na uréia24 e creatinina25 sanguíneas, pequenos decréscimos nos índices hematológicos, cefaléia26, discretas reações neurológicas reversíveis, fadiga, anorexia27, parestesia28, astenia29, tontura30 e mal- estar.


POSOLOGIA - AVIRAL
Tratamento Agudo31 do Herpes Zóster:
800mg, cinco vezes ao dia, com intervalo de, no mínimo, 4 horas entre as doses. Pacientes idosos e com disfunção renal19 devem ter sua posologia diminuída para 800mg, duas vezes ao dia (intervalo de 12 horas), no caso de disfunção grave, ou 800mg, três ou quatro vezes ao dia (intervalos de 6 a 8 horas), no caso de disfunção moderada.
O tratamento deve durar de 7 a 10 dias. Deve- se omitir doses noturnas.
Tratamento Crônico32 do Herpes Zóster:
400mg, duas vezes ao dia, durante 12 meses; posteriormente deve- se avaliar a continuidade do tratamento, avaliando a relação risco/benefício.
Tratamento da Varicela15:
20mg/kg (máximo 800mg), quatro vezes ao dia, durante 5 dias.
O tratamento deve ser iniciado assim que surgirem os primeiros sinais4 e sintomas7.


CONDUTA NA SUPERDOSE - AVIRAL
Como não existe antídoto33 específico, o tratamento da superdose por aciclovir1 deve ser sintomático e de manutenção. Deve- se hidratar adequadamente o paciente para tratar a disfunção ou insuficiência renal34. A hemodiálise35 ajuda a eliminar o aciclovir1 do sangue36.



AVIRAL 400mg - Laboratório

Nenhum comentário:

Postar um comentário